Books & Beers: Um Brinde para a Literatura

books-beers

“As portas se abrem para um lugar com alma de praia, conteúdo de livraria e conforto de sala. Os amigos distribuem sorrisos, apertos de mão e abraços tropicais. Já é hora de começarmos a es- colher no cardápio nossos personagens favoritos”. Esse trecho, escrito por Paulo Maia, poderia fazer parte de uma obra literária que encabeçaria a lista dos mais vendidos. Poderia ser uma das observações cotidianas de Balzac, cenário para um crime de Agatha Christie ou trecho dos textos doces e complexos de Adélia Prado, mas na verdade faz parte do prefácio que compõe o cuidadoso cardápio de um bar.

Aliás, bar talvez não seja a palavra certa para descrever o local, embora ele contemple tudo que um botequim de primeira linha precisa ter: as melhores cervejas, o bom e velho whisky, petiscos de primeira qualidade, música ambiente misturando-se com o som das risadas e o tilintar dos talheres.

O que difere esse lugar de tantos outros perdidos pelas esquinas das cidades é que ali não servem somente mantimentos para matar a sede e a fome, mas também se alimenta a alma, com livros que satisfazem as mentes mais famintas por conhecimento. O Books & Beers, situado na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, traduz a cultura de bar em todos os seus significados e surgiu para celebrar essa união que sempre foi retratada pelos mais diversos artistas – afinal, um bar é um livro aberto.

O local é fruto da inquietação de Leandro Aversa, amante de cervejas artesanais e também da literatura, mas que não encontrava um lugar que conseguisse reunir as duas coisas sem deixar a desejar em uma delas.

“Trabalhava com eventos e designer gráfico em São Paulo, vendi tudo para vir para cá abrir um bar. A ideia toda surgiu pela vontade de ter um ambiente que contemplasse as coisas boas de um bar, mas que também fosse um espaço cultural. Se eu não investisse nessa proposta, seria só mais um pub com decoração bacana, mas queria ir além disso”, explica.

Antes de encontrar o lugar perfeito, Leandro trabalhou por sete meses como barman, aproveitando a experiência para inserir em seu próprio empreendimento. Os devaneios de Leandro não poderiam ter dado mais certo: em cada canto do Books & Beers é possível entrar em contato com esse conceito boêmio cultural. Os detalhes, meticulosamente pensados, deixam o ambiente único e harmonioso, aconchegante e inspirador. Aliado com o pôr do sol mágico que pinta os céus da Lagoa, é impossível não se encantar, ter vontade de abrir um livro e ficar somente esperando as horas passarem.

Essa aliança se torna perfeita com as brincadeiras de uma mente criativa, que a todo o momento faz analogias entre literatura e confraria. Logo na entrada, um carrinho de supermercado oferece livros para troca e já aguça a mente dos amantes da leitura. O cavalete em frente à porta apresenta as promoções do dia de forma humorada, adaptando alguma frase famosa com as características de um bom cervejeiro. As alusões estão presentes em todos os cantos, começando com as quatro edições do cardápio, inspiradas em títulos de livros famosos. Ali, as opções da casa são intituladas de Dom Que Shots, Moby Drink, Memórias Póstumas de Bruschettas, Apanhador no Campo de Cevadas e O Velho e o Bar.

Os pratos e as bebidas também são inspirados em artistas famosos, que recebem uma pequena biografia no final do cardápio para quem quiser matar a curiosidade enquanto extermina a fome. O prefácio do livro cardápio foi escrito por um amigo, Paulo Maia, e reforça o conceito do Books & Beers, de que abrir um livro é como se servir de um drinque: envolvente do começo ao fim.

Related Posts with Thumbnails
Share:

Deixe uma resposta